biologia molecular - Etapas do corte
Esta página já teve 114.654.974 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.775 acessos diários
home | entre em contato
 

biologia molecular

Etapas do corte

04/06/2003
 

Durante a excisão dos íntrons dos precursores do mRNA acontece a formação de intermediários em forma de laço.

A reação se inicia com a clivagem da ligação fosfodiéster entre o último nucleotídeo do primeiro éxon (upstream, mais próximo da extremidade 5’) e a ponta 5’ do primeiro íntron. Essa clivagem é feita através do ataque da extremidade 2’-OH de um adenilato no ponto de ramificação, formando uma ponte 2’-5’ fosfodiéster entre esse adenilato e o fosfato 5’ terminal do íntron (veja a figura). Esse adenilato realiza, portanto, ligações entre 3 nucleotídeos, gerando um intermediário em forma de laço.

 

Posteriormente, a extremidade 3’-OH do exon1 ataca a ponte fosfodiéster entre o íntron e o segundo éxon, fazendo com que os éxons fiquem unidos e liberando o íntron que contém ainda a adenosina pareada com 3 nucleotídeos.

Esse processo deve ser repetir para a retirada de cada um dos íntrons da seqüência precursora.

Até que todos os éxons estejam unidos, os produtos são mantidos juntos através de um spliceossomo, constituído de diversas ribonucleoproteínas que reconhecem os pontos de ramificação e os pontos de corte 5’ e 3’ dos precursores de mRNA.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos