Reumatologia/Doenças Auto-Imune - Vitaminas e doenças reumáticas
Esta página já teve 110.781.486 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.765 acessos diários
home | entre em contato
 

Reumatologia/Doenças Auto-Imune

Vitaminas e doenças reumáticas

21/09/2003

 

 

Durante décadas os cientistas desprezaram a idéia de se tomar vitaminas regularmente, crentes de que uma boa dieta era o bastante para se obter
todos os nutrientes que os americanos precisam. Mas, as conclusões de muitos dos estudos, realizados nos últimos cinco a dez anos, estão
revendo radicalmente esta atitude. Tomar vitaminas pode bem transformar-se num slogan capaz de salvar vidas. Tome como exemplo o
estudo feito por cientistas da Universidade de Washington, em 1995, no qual voltou a considerar-se uma das mais interessantes hipóteses hoje em
debate: que o ácido fólico pode servir de proteção contra ataques cardíacos e derrames cerebrais. Não temos respostas definitivas, disseram os investigadores, mas, se os indícios forem confirmados, um suplemento diário poderia prevenir dezenas de milhares de mortes por
ano.
R. Segal e colaboradores, geriatras, da Universidade de Harofeh, Israel, analisaram a incidência de deficiência de vitamina B12, ácido fólico e anemia, em 276 pacientes, com doenças
reumáticas. Nos pacientes em que o nível de B12 no sangue era baixo, foi complementada com a pesquisa de homocisteína (Hcy), no sangue, e ácido metilmalonico (MMA), na urina. A incidência
de anemia foi de 49% nos pacientes com artrite reumatóide, 46% nos paciente com Lúpus e 35% pacientes com artrite psoriática. Baixo nível
de B12 estava presente, em média, em 24%, nas 3 doenças citadas. A deficiência em acido fólico foi de menos de 5% nos pacientes das 3 doenças citadas. Não houve correlação entre o nível de B12 e a anemia.
Em 15 pacientes, com baixo nível de B12, o Hcy e o MMA foram dosados antes e depois da terapia específica com B12, em 10, o nível Hcy
inicial era alto, enquanto, o MMA estava aumentado em 1 paciente. A resposta à terapia pela administração de B12, ou seja, a queda de Hcy e/ou o nível de MMA só ficou evidente em 4 pacientes, isto é, somente 26% daqueles que tinham um nível baixo de B12, tinham uma verdadeira deficiência. Concluem os autores que a anemia e o baixo nível de B12, têm alta incidência nessas três doenças reumáticas, mas, a verdadeira deficiência de B12 é rara.

 

Rheumatol Int. 2003 Apr 29

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos