Nutrologia/Alimentos/Nutrição - O papel das fibras
Esta página já teve 111.040.326 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.781 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

O papel das fibras

06/06/2003

O grande papel das fibras

 

Tem havido um crescente reconhecimento entre cientistas e profissionais de saúde sobre os efeitos das fibras dietéticas na saúde. Na verdade, tem ocorrido um “renascimento das fibras” que tem emergido do campo da nutrição para fazer parte de uma variedade de outras áreas médicas e também da mídia.

Entre o público geral, são constantes as notícias da importância de uma boa dieta.

As fibras, no entanto, não são apenas os alimentos da moda mas sim importantes componentes de uma dieta completa.

Mas quanto de fibra e de que tipo? Quais são suas fontes? Que resultados podem ser esperados a curto e a longo prazo? Quais são os efeitos fisiológicos da fibra? Como estes efeitos ocorrem?

Muito do interesse sobre o papel das fibras surgiu em conseqüência da correlação das dietas ricas em gordura e pobres em fibra com o aumento de certas doenças em países industrializados. Esta relação levou à “Hipótese da Fibra”, primeiramente descrita por Denis Burkitt e Hugg Trowell no início dos anos 70.

A Hipótese Fibra sugere:

 Uma dieta pobre em fibra ou causa ou predispõe os indivíduos a certas doenças

 Uma dieta rica em fibras ajuda a prevenir contra certas doenças prevalentes em comunidades Ocidentais.

Com base em muitos estudos avaliando esta hipóteses, tornou-se bastante claro que as pessoas em sociedades industrializadas podem se beneficiar de um aumento de fibras em suas dietas.

Aconteceram então, mudanças nas recomendações médicas e muitas Organizações de Saúde tais como o Instituto Nacional do Câncer, a Sociedade Americana de Câncer, a Sociedade Americana do Coração e o FDA, passaram a recomendar dietas pobres em gorduras e ricas em fibras, derivadas de fontes alimentares ariadas.

A quantidade de fibra total recomendada varia de 20 a 35 gramas de fibra ao dia. Na maioria dos países ocidentais, a média de ingestão de fibras está muito abaixo desta quantidade recomendada e a adequação para a quantidade recomendada implica em mudanças importantes nos hábitos allimentares, nem sempre possíveis, recomendando-se então o uso de suplementos à base de fibras.

O FDA, por exemplo recomenda a ingestão diária de, no mínimo, 20 gramas de fibras, sendo 2/3 de fibras insolúveis e 1/3 de fibras solúveis.

Agiofibra® contém exatamente esta proporção de fibras 2/3 de fibras insolúveis e 1/3 de fibras solúveis.

Definição e Características das Fibras

Fibra é um termo utilizado para definir uma variedade de substâncias das plantas, principalmente derivadas das paredes celulares.

Têm como características principais:

 Resistência à digestão pelas enzimas humanas

 Capacidade de retenção de água

 Decomposição no intestino grosso

 Fixação de substâncias como açúcares, gorduras e proteínas, impedindo ou reduzindo sua absorção pelo intestino delgado.

As fibras da dieta são principalmente provenientes dos grãos, frutas e vegetais.

Funcionam como uma esponja e podem ser classificadas em solúveis e insolúveis de acordo com a capacidade de incorporar água em sua estrutura.

Efeitos fisiológicos das fibras:

 

Fibras solúveis

Fibras insolúveis

Retardam o esvaziamento gástrico

Sim

Não

Aumentam o bolo fecal e a freqüência dos movimentos intestinais

Sim

Sim

Regulam o trânsito intestinal

Sim

Sim

Diminuem a absorção de glicose no intestino delgado e diminuem os níveis de glicose após a alimentação

Sim

Não

Reduzem o colesterol total e o LDL colesterol

Sim

Não

Assim, as fibras solúveis têm ação principalmente metabólica e as insolúveis, principalmente mecânica se complementam e exercem o papel de reguladoras intestinais.

 

http://www.altanapharma.com.br/apws/site/sua_saude/patologias/fibras.asp?eixo=Proctologia&id_grupo=9

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos